Buscar
  • Júlia Neis

Captação de água da chuva e sustentabilidade

Você sabe como funciona o sistema de captação de água da chuva? Conhece os benefícios de tê-lo em sua casa, edifício ou estabelecimento? Nesse texto, te convidamos a conhecer um pouco mais sobre esse sistema prático, econômico e sustentável. Segundo dados da ONU de 2015, a escassez de água poderá afetar dois terços da população mundial em 2050. Isso significa que serão necessários novos sistemas de abastecimento para garantir água potável para todos. Por conta disso, te apresentamos uma alternativa que tem ganhado popularidade no setor de fontes renováveis e que faz parte do portfólio de serviços da EJECiv: o sistema de captação com cisternas que pode garantir o aproveitamento da água da chuva na tua residência ou da tua empresa. Cisterna é um reservatório que faz a captação da água da chuva e a armazena para uso doméstico. Dessa forma, o sistema com cisternas se diferencia por ser de baixo custo, além de ser considerado uma das melhores e mais eficazes alternativas quando o assunto é sustentabilidade. Esse sistema funciona de forma bem simples, confira a imagem:


Por ser proveniente da chuva, a água obtida não é considerada potável (por poder conter desde partículas de poeira e fuligem, até sulfato, amônio e nitrato). Ainda assim, você pode usá-la nas suas tarefas domésticas que mais consomem água, como lavar a calçada, o carro, o jardim, usar nas descargas do vaso sanitário e, em edifícios, até na reserva de proteção contra incêndios. Reaproveitar a água da chuva é uma atitude ecologicamente responsável, pois, dessa forma, contribuímos para a prevenção dos recursos hídricos potáveis, diminuindo sua pegada hídrica. Mas o que é pegada hídrica? É um indicador do rastro que deixamos ao consumir água direta e indiretamente, que é enorme em sua quantidade. No Brasil, o consumo de água per capita é gigantesco e ainda tem 9% da sua pegada hídrica total fora das fronteiras do país, ou seja, exportamos água por meio de nossos produtos. Por isso a importância desse indicador, que alerta o gasto “oculto” de água e busca conscientizar as pessoas da relevância do consumo responsável da água. Pelo lado ambiental, esse tipo de consumo consciente ajuda a conter enchentes, por exemplo; numa região que sofre com alagamentos, as cisternas absorvem a água da chuva, que não conseguiria retomar seu ciclo e ainda diminui o volume de água da chuva no esgoto. Além disso, em tempos de crise hídrica, é utilizada até em áreas do sertão nordestino como forma de combate às secas. A crise hídrica nacional serviu como fator motivacional para profissionais e construtoras se darem conta da urgência de uma arquitetura sustentável com o uso responsável da água. Saiba que o mercado já despertou para a consciência ambiental e que hoje não faltam soluções práticas e produtos sustentáveis para obras civis, como é o caso desse sistema de captação de água. É interessante ressaltar que existe até um projeto de lei em tramitação no Senado que torna obrigatório que novas edificações incluam o reaproveitamento da água da chuva para fins não potáveis já em seu projeto. Mas edifícios já construídos também podem se adaptar e incluir cisternas no sistema de abastecimento de água do condomínio. Além de ser uma ação extremamente sustentável, substituir a água potável por água de chuva é uma ação estratégica, inteligente e de grande relevância socioeconômica: garante menos gastos com conta de água e de energia, melhor valorização do seu imóvel e certifica a aderência de mais empregos no mercado, principalmente na crise hídrica, em que muitas empresas, engenheiros e arquitetos se voltaram para a pegada sustentável da captação de água. Ademais, tendo em vista a tarifa atual de água, o investimento em um sistema de aproveitamento de água pluvial costuma retornar o valor aplicado em poucos anos. Esse retorno pode chegar, na maioria dos casos, a uma redução de 50% do volume de água potável consumida da rede municipal/local e, consequentemente, uma economia de 50% na conta de água. Assim, sistemas de captação de água da chuva podem criar uma cultura de sustentabilidade ecológica nas construções, o que poderá garantir ganhos significativos de abastecimento no futuro, podendo substituir parcial ou integralmente as fontes superficiais e subterrâneas. Lembre-se de que esse sistema respeita e valoriza o ciclo natural da água, portanto, é essencial esse compromisso com o meio ambiente. Contrate a EJECiv para realização desse projeto. Pense no futuro.

0 visualização

CONTATO

Av. Osvaldo Aranha, 99
Porto Alegre, Rio Grande do Sul

ejeciv@ejeciv.com.br

Tel/Whatsapp: (51) 98446-5417

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle