Buscar
  • Jennifer Ramos Matos

Casas sustentáveis e com bom desempenho


O conceito de casa sustentável vem atraindo a atenção de muitas pessoas, conscientes da situação atual de devastação ambiental, que querem fazer a sua parte para minimizar os danos da urbanização. Porém, muitos acreditam que construir uma casa sustentável depende de um alto investimento ou simplesmente não sabem como e o que pode ser feito para que esta tenha um desempenho satisfatório. Se identificou? Pensando nisso e incentivando a sustentabilidade na construção civil, citaremos algumas diretrizes e estratégias sustentáveis que poderão ser facilmente aplicadas durante a construção e a vida útil de sua casa.

Escolha materiais ecológicos

Utilizar materiais locais ou produzidos emregiões próximas, madeiras certificadas, materiais que geram pouca ou nenhuma energia para serem produzidos – como, por exemplo, o tijolo ecológico e o bambu - e aproveitar estruturas pré-existentes são atitudes simples que reduzem, e muito, o impacto ambiental. Priorizar materiais que não demandem muito tempo de transporte reduz a emissão de gases poluentes, escolher madeiras certificadas é uma garantia de que você não estará contribuindo para o desmatamento ilegal, e levar em consideração os processos de produção dos materiais utilizados reduz a degradação consequente do uso de energias não renováveis.

Racionalize a sua construção

A Racionalização é uma técnica muito importante para minimizar resíduos gerados durante a obra e combater o desperdício de materiais e de energia. Este método de gestão consiste em utilizar, da melhor forma, os recursos disponíveis em todas as etapas da construção. Para pôr em prática, é necessário apenas um bom projeto que vise a otimização de recursos através de ferramentas e planejamento estratégico.

Aproveite ao máximo os recursos naturais

Os estudos de sombreamento, de ventilação e do sol são essenciais para construir uma casa sustentável, eficiente e confortável. A maior exposição dos ambientes à luz solar é uma estratégia que garante mais conforto em climas frios, devido ao aquecimento interno do ambiente, e proporciona luz durante o dia, favorecendo a economia de energia. Lembrando, também, que a luz solar pode ser utilizada para o aquecimento da água. Para climas quentes a estratégia é: muita vegetação! Plantar árvores próximas às aberturas da casa proporcionando sombreamento e investir em um telhado e/ou muro verde ajudam a climatizar os ambientes adjacentes e a controlar a umidade do ar. Optar por janelas grandes também é uma ótima alternativa para aproveitar a ventilação natural e a luz solar.

Aproveite a água da chuva e economize

Existem várias técnicas, muito acessíveis e de baixo investimento, para a captação da água da chuva em uma casa. Essa água pode ser utilizada nos jardins, em vasos sanitários, para lavar o carro, entre outras aplicações. Se quiser saber mais, leia este post que fizemos sobre o assunto!

Menor consumo, maior eficiência

Separamos algumas medidas que podem ser tomadas em prol do baixo consumo, que são: instalar interruptores com reguladores de intensidade luminosa (dimmer); utilizar lâmpadas LED (que são mais caras, porém muito mais econômicas) ou fluorescentes (que já garantem uma economia de 75% comparada com a lâmpada incandescente); optar por torneiras comfechamento automático ou do tipo “chuveirinho” – com menor vasão de água, mas sensação contrária; instalar válvulas de descarga do tipo duplo fixo; e comprar aparelhos eletrônicos com selo Procel, que indica melhor eficiência energética.

Energias Renováveis

Esse é o caminho para tornar sua casa autossuficiente. A captação de energia elétrica através de painéis solares está se difundindo cada vez mais e, apesar do alto investimento, em menos de 8 anos você já consegue economizar o valor que foi investido. Outra captação de energia renovável passível de ser aplicada é a captação de energia eólica, necessitando a instalação de um cata-vento associado a turbinas geradoras.

Existem várias especificações que certificam uma casa como sustentável ou não; porém, se forem aplicadas em seu projeto algumas dessas estratégias, de acordo com o seu orçamento e com os recursos disponíveis, você já estará impactando positivamente o meio ambiente sem abrir mão do conforto e bom desempenho de sua casa. Isto é sustentabilidade, suprir suas necessidades sem comprometer as próximas gerações. Vamos aderir a essa ideia?

Referência: www.blogdaarquitetura.com/telhados-verdes-para-se-inspirar/


0 visualização

CONTATO

Av. Osvaldo Aranha, 99
Porto Alegre, Rio Grande do Sul

ejeciv@ejeciv.com.br

Tel/Whatsapp: (51) 98446-5417

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle