O que é o LTIP e sua importância

April 23, 2018

Um dos eixos da sustentabilidade da construção, a vida útil das edificações, é definida em projeto e estipula o comportamento a longo prazo de seus componentes. Além de um bom projeto e execução, o desempenho construtivo de uma edificação está diretamente relacionado a uma gestão consciente de sua manutenção, prezando atender às necessidades e segurança dos usuários.

 

Cada sistema construtivo presente em uma edificação possui uma durabilidade diferente, assim como também necessitam de cuidados diferentes para que resistam à passagem do tempo. A reposição da pintura de um prédio vai além do caráter estético, visto que a mesma é responsável por impedir a passagem da água e preservar o revestimento. Detalhes como este podem ser considerados dispensáveis por um olhar leigo, e é por essa razão que, ao fim do processo construtivo, segundo a NBR 14037, as construtoras e incorporadoras têm a obrigação de disponibilizar um manual de uso, operação e manutenção do edifício, contendo orientações sobre os cuidados a serem tomados e sua periodicidade para garantir o nível de desempenho.

 

As manutenções podem ser divididas em corretivas e preventivas. A primeira possui um caráter emergencial e tem um intuito de corrigir falhas existentes no sistema construtivo, normalmente com medidas imediatas. Já a manutenção preventiva compreende atividades que visam a evitar que estas falhas ocorram, o que pode aumentar a vida útil da edificação. 

 

Em dezembro de 2016, foi aprovada a lei complementar N° 806 que torna obrigatória a realização de Laudo Técnico de Inspeção Predial (LTIP) no município de Porto Alegre. A inspeção predial compreende a vistoria e análise das edificações por profissionais habilitados, classificando o grau de risco com relação à segurança dos sistemas construtivos, e deve ser realizada a cada cinco anos.

 

Nos primeiros anos de um condomínio, a sua manutenção costuma ser negligenciada pelos moradores que, muitas vezes só percebem a sua importância no momento em que muitos dos sistemas construtivos apresentam falhas em níveis inaceitáveis, como trincas, infiltrações e problemas elétricos. O reparo desses componentes possui um custo muito mais alto comparado aos custos de manutenção, e o condomínio que não apresentar o LTIP à prefeitura no prazo ainda pode estar sujeito a receber multas elevadas por inadimplência. 

 

A contratação do Laudo Técnico de Inspeção Predial deve ser feita pelo síndico ou responsável pelo empreendimento. Sua execução caracteriza-se pela visita de um profissional capacitado que irá avaliar todos os sistemas construtivos, como a estrutura, alvenaria, cobertura, instalações e equipamentos, incluindo a área privativa dos apartamentos. Podem ser realizadas quantas visitas o profissional considerar necessário, e estas são acordadas com os moradores. 

 

As manifestações patológicas encontradas em vistoria serão detalhadas no laudo juntamente com instruções quanto à solução do problema. Estas serão avaliadas quanto a criticidade e terão prazos para correção de acordo com a urgência, podendo ser de até 180 dias após a entrega do documento.

 

No caso de haver suspeitas quanto ao desempenho de uma edificação, a melhor medida é contratar um serviço de inspeção predial. A utilização de um plano de manutenção por parte do condomínio garante segurança e uma economia a longo prazo, visto que reduz a possibilidade de preocupações e de gastos indesejados com reformas.

 

 referência: ht:/tp/www.jlhengenharia.com.br/ltip.html

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

June 18, 2019

May 14, 2019

April 25, 2019

April 18, 2019

February 21, 2019

February 6, 2019

Please reload

Leia também

CONTATO

Av. Osvaldo Aranha, 99
Porto Alegre, Rio Grande do Sul

ejeciv@ejeciv.com.br

Tel/Whatsapp: (51) 98446-5417

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle